Microscopia + Laserterapia + Sedação óxido nitroso + Ozonioterapia

Tratamento de canal: o que é?

Tratamento de canal: O que é?

O tratamento de canal (tratamento endodôntico) é um procedimento odontológico que visa remover a polpa do dente, tecido na parte interna da raiz.

Com o esvaziamento destes canais, é feita a limpeza, a desinfecção e, por fim, o vedamento com material odontológico, para que fique livre de bactérias.

Seu objetivo é a manutenção do dente na cavidade bucal, e a saúde dos tecidos periapicais (gengiva, osso e ligamento periodontal, que une o osso à raiz do dente).

A polpa dentária é formada por tecido conjuntivo que contém nervos, vasos sanguíneos, vasos linfáticos, células, matriz extracelular e fibras. Ela está localizada no interior do dente e se estende da coroa dentária à ponta da raiz, que está inserida dentro do osso da maxila e mandíbula.

Ilustração de como é um tratamento de canal

Indicação para tratamento de canal

O tratamento de canal deve ocorrer quando a polpa estiver comprometida, o que pode acontecer de formas variadas. Veja alguns casos em que é indicado o procedimento:

  • Cárie profunda: atingindo a polpa do dente, que fica inflamada/infeccionada. Durante este processo, o dente torna-se bastante sensível, evoluindo para estágio de dor aguda (pulpite) podendo ou não ter inchaço;
  • Fraturas dentárias com exposição do nervo;
  • Trauma dentário: dependendo da intensidade, a polpa entra em colapso e morte, e há alteração de cor (o dente geralmente fica escurecido);
  • Trauma ortodôntico: quando há a movimentação brusca do dente, rompendo os vasos sanguíneos que fazem a sua nutrição;
  • Lesões endo-periodontais: para avaliar a mobilidade dental e a profundidade do sulco gengival a partir do teste de sondagem;
  • Necessidades protéticas: quando o dente está com a estrutura destruída e necessita a colocação de um pino intracanal ou de uma prótese fixa;
  • Degeneração avançada (morte da polpa): muitas vezes não tem mais sinal de dor, mas há infecção e normalmente formação de lesão;
  • Outras patologias endodônticas

Tratamento de canal - EndodontiaUm dente com tratamento de canal e restauração feitos de forma correta dura a vida toda se houver cuidados. Entretanto, check-ups regulares são necessários.

Em que momento é preciso procurar um dentista?

O ideal é que se faça uma avaliação periódica de 6 em 6 meses para que o profissional possa diagnosticar qualquer alteração nos seus dentes em estágio inicial.

Alteração de cor no dente, cavidade ou dor também são válidas para sinalizar a necessidade de procurar um dentista.

Nos estágios iniciais de cárie, o procedimento de restauração do dente é indolor. Mas quanto mais avançada estiver, mais sensível se tornará o tratamento.

Por este motivo, não espere sentir dor no dente para procurar um dentista. Geralmente, o incômodo é um indicativo de que algo não está bem. E muitas vezes o estágio de destruição do dente está tão avançado que a única solução é a própria extração.

Quanto mais avançada estiver a cárie, ou seja, quanto mais próxima da polpa dentária (onde fica o nervo do dente), o dente se tornará mais sensível, podendo sentir desconforto na ingestão de água gelada, por exemplo.

Em muitos casos, a dor aguda pode acontecer e passar, porém, se houver necessidade de tratamento endodôntico e este não for realizado, podemos ter um abscesso, infecção no canal radicular e perda óssea, que são problemas piores e podem progredir para quadros mais sérios de saúde, como a endocardite (bactéria na corrente sanguínea).

Portanto, apesar de muitas vezes não sentirmos dor nos dentes, podemos ter sérios problemas, onde somente o dentista poderá realizar o melhor diagnóstico tratamento.

Está com algum desconforto e precisa de um diagnóstico? Agende uma consulta conosco.

Compartilhe

Leia Também

Deixe seu comentário

Busca

Endodontia microscópica digital

Endodontia Microscópica Digital

Agende Sua consulta

NOME*

E-MAIL*

TELEFONE*

DATA DE pREFERÊNcia*